Utentes

Programa de Emagrecimento para Adultos » 95% Dos Casos de Obesidade Estão Relacionados com o Estilo de Vida



Um programa completo de gestão da doença

Destinado a adultos obesos ou com excesso de peso, a Clínica Transform tem «um programa completo de gestão da doença, que é um conceito novo em Portugal. É claro que esse programa é tanto mais intensivo quanto maior for o problema. Existem várias opções, que dependem das necessidades individuais de cada indivíduo», refere Teresa Gomes Mota.

No sentido de dotar o doente de instrumentos que lhe permitam fazer face ao problema, a Transform promove também a educação para a saúde, através de cursos.

«Queremos promover a autonomia das pessoas, para que sejam nossas parceiras na abordagem à doença. É muito importante que compreendam o que está por detrás das nossas orientações, para que mais tarde possam elas mesmas cuidar de si. Esse é, para a Transform, um objectivo central. Ou seja, que no fim da sua passagem pela clínica a pessoa se sinta saudável, com energia e que não precise mais de nós, tornando-se um elemento divulgador na família, nos amigos e na sociedade, das mudanças de comportamentos essenciais à criação de uma consciência colectiva pela saúde», menciona a cardiologista.

O programa completo de emagrecimento para adultos, cuja duração é de um ano, prevê três momentos de avaliação muito rigorosa, nomeadamente, no início, aos cinco meses e perto do fim.

De acordo com Teresa Gomes Mota, «temos casos de grande sucesso em termos de peso e outros não tão notórios em quilos perdidos, mas com muitos ganhos em termos de saúde, na diminuição da pressão arterial, da diabetes, do colesterol e noutros indicadores da melhoria da qualidade de vida dos nossos pacientes».

«Estamos agora a iniciar uma nova fase do projecto Transform, que visa difundir para outros segmentos da população os conceitos de estilo de vida saudável e de autogestão da saúde. Para isso desenvolvemos programas educacionais com um formato de curta duração e vamos também começar a intervir em escolas e em empresas», conclui a cardiologista.







Nota: Os Médicos têm que fazer login para pesquisar informação restrita.