Utentes

Doenças reumáticas infantis e juvenis

Prof. Doutor Jaime C. Branco

São inúmeras as doenças que podem afectar primária ou secundariamente o sistema musculoesquelético nas idades juvenil e infantil. Consideram-se como pertencendo a este grupo todas as doenças reumáticas (DR) que se iniciam antes dos 16 anos de idade.



Doenças reumáticas infantis e juvenis

Ao contrário do que muita gente (a maioria?) pensa, as DR não afectam só adultos ou os idosos. As DR, não raro, afectam as crianças e jovens e incluem mais de 100 entidades que se associam, de uma forma ou outra, a manifestações articulares e/ou de outras estruturas musculoesqueléticas. Algumas destas doenças podem apresentar formas graves ou mesmo muito graves.


Na maioria dos casos, trata-se de situações crónicas controláveis, sobretudo se rapidamente identificadas e adequadamente tratadas. Numa percentagem assinalável de casos, o quadro clínico regride e entra em remissão, muitas vezes para toda a vida, com o avançar da idade.


As DR que atingem os grupos populacionais mais jovens podem ter origem variada, identificável, (por exemplo, traumática, endócrina, metabólica, infecciosa, vascular, maligna) ou desconhecida. As DR que necessitam de toda a celeridade no diagnóstico para o início precoce do tratamento são as de natureza inflamatória (incluindo as infecciosas) e neoplásicas.


As queixas musculoesqueléticas que mais devem ser tidas em conta numa criança/jovem envolvem as articulações (podem estar vermelhas, quentes e/ou inchadas), apresentam dores mantidas (isto é, de dia e de noite, todos os dias incluindo fim-de-semana e férias, interferindo também com as actividades de lazer e as práticas agradáveis) e limitam o movimento (devido à dor e/ou a restrição física), levando à coxeira ou mesmo impedindo de todo a marcha. Os sinais gerais (por exemplo, febre, suores nocturnos, diarreia, palidez, erupção cutânea, perda de peso) devem ser tidos como alertas de grande valor clínico.


As DR que atingem as articulações podem faze-lo de várias formas: provocam "apenas" dor ou, a esta, associam outros sinais inflamatórios, sobretudo a tumefacção (isto é, inchaço); se a articulação for superficial (por exemplo, articulações dos dedos, tornozelos, punhos), também provoca calor e, até, a vermelhidão local. Nestes casos o mais provável é tratar-se de uma artrite e o doente deve ser rapidamente referido para uma consulta de Reumatologia Pediátrica*.


 


A artrite na criança


As artrites podem ser divididas pelo número de articulações que estão afectadas em: monoartrite - uma única articulação atingida; oligoartrite - duas a quatro articulações com manifestações inflamatórias; poliartrite - cinco ou mais articulações sintomáticas. Esta classificação tem verdadeiro interesse no diagnóstico diferencial das várias DR, quer nas crianças e jovens, quer nos adultos.


Outra forma de classificar as artrites é de acordo com o tempo que decorreu desde o seu início. Assim podem ser: agudas, caso tenham começado há menos de seis semanas; crónicas, se os primeiros sintomas apareceram há mais de seis semanas.


A principal entidade reumatológica de natureza inflamatória, que afecta doentes nas idades infantil e juvenil, chama-se artrite idiopática juvenil e pode apresentar-se de três formas principais: oligoartticular; ooliarticular e sistémica. A forma sistémica significa que os sintomas do doente, além da artrite, são sobretudo gerais, isto é, febre alta, erupção cutânea, aumento de volume dos gânglios e do baço.


Claro que existem muitas doenças não reumáticas, sobretudo ortopédicas, que apresentam manifestações idênticas às DR. Por isso, uma criança ou jovem, com queixas do sistema musculoesquelético, deverá ser observada com prontidão pelo seu pediatra ou médico de família e, alternativamente, por um reumatologista que, não se tratando de uma DR, a referenciará devidamente.


*Os Serviços Hospitalares e Consultas Hospitalares e privadas de Reumatologia Pediátrica podem ser encontradas no site das Sociedades Portuguesas de Reumatologia e Pediatria




"A principal entidade reumatológica de natureza inflamatória, que afecta doentes nas idades infantil e juvenil, chama-se artrite idiopática juvenil"


 


Prof. Doutor Jaime C. Branco
Presidente da Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas (LP'CDR)









Nota: Os Médicos têm que fazer login para pesquisar informação restrita.